USE A INTERNET COM SEGURANÇA E RESPONSABILIDADE



Internet segura_friendshipOs recursos oferecidos pela internet são inúmeros, além de possibilitar a todos o acesso à informação e o relacionamento entre pessoas que compartilham as mesmas afinidades, de grupos de amigos e o contato com pessoas de outros países, criando, assim, uma “sociedade global”.

Para ingressar neste novo meio cultural, no qual as pessoas se comunicam via programas de mensagens instantâneas e redes sociais, não é preciso ter uma idade certa, basta ter acesso à internet e vontade de interagir.

No mundo virtual, tudo é muito fácil e simples, porque, apenas com um clique, você consegue navegar pelos mais variados assuntos. Portanto, é nessa hora que precisa haver um cuidado redobrado, principalmente, quando são crianças sentadas na frente de um computador.

A informação é uma arma poderosa contra os crimes cometidos na internet. O conhecimento das leis é a retaguarda para ações mais efetivas em relação aos direitos do cidadão. E a reflexão sobre as nossas ações e dos outros detém o imediatismo, que pode colocar em risco nossa segurança.

“Os pais e a escola têm responsabilidade civil por atos ilícitos cometidos por menor de idade. Em casos de bullying ou cyberbullying, por exemplo, os pais responderão pelos atos cometidos por seus filhos e, além disso, caso o menor utilize um computador de sua escola para cometer o ato, esta poderá ser obrigada a reparar a vítima pela conduta do seu aluno”, alertou a psicanalista Sônia Makaron.

A psicanalista explica que os pais precisam se inteirar destes novos meios de comunicação, ou seja, devem tentar interromper a barreira que, muitas vezes, os afastam dos filhos. Além do que, é importante que os pais conheçam a realidade deste mundo virtual e a forma como os filhos se comportam nas redes sociais.

“Estar atento sempre. Mas isso não quer dizer patrulhamento. Estar atento é a expressão de quem se importa, de quem cuida. Ser presente, conversar com seu filho, procurar saber o que lhe interessa na internet e fora dela. E ‘ficar ligado’ para tomar providências quando perceber sinais ‘estranhos’ e diferentes no comportamento dele”, aconselha a profissional.

Segundo Sônia, para evitar o uso excessivo da internet, os pais podem, por exemplo, estimular e promover encontros presenciais com os filhos e seus amigos.  E para finalizar a psicanalista sugere: “Seja curioso com relação aos interesses dos filhos e respeite-os. Dê limites explícitos – regras e horários para o uso da internet – que denotem moderação e equilíbrio (nem muito, nem pouco) e tenha a coragem de mantê-los. Na medida do possível, proponha atividades tão ou mais interessantes  do que aquelas apresentadas pela internet”.

Confira algumas dicas importantes para o uso seguro na internet:

– Lembre-se que as relações estabelecidas na net são interpessoais, por isso é importante ter os mesmos cuidados tomados no contato pessoal do dia a dia: não revele a estranhos informações pessoais que possam comprometê-lo, tais como: endereço, telefone, nome completo, nome de familiares, local de trabalho, nome da escola onde estuda, dados que indiquem sua rotina;

– Jamais se deixe fotografar em cenas comprometedoras por meio de webcam, celular, etc., tampouco envie qualquer foto sua, pela internet ou celular, que possa comprometê-lo. Por mais que você confie na pessoa para quem está enviando a foto, esta pode cair em mãos erradas e causar-lhe transtornos e prejuízos irreparáveis;

– Preserve sua intimidade: não divulgue informações, contatos, fotos ou vídeos pessoais e tenha cuidado ao realizar negócios e manter relacionamentos via internet;

– Tome cuidado com novas amizades, procurando referências antes de considerá-las conhecidas;

– Não seja precipitado (a) ao marcar encontro com amigos virtuais, pois ainda que pareçam ser de confiança, continuam sendo desconhecidos. Se for marcar um encontro, procure fazê-lo em lugares movimentados como um Shopping Center; nunca vá desacompanhado (a);

– Antes de publicar algo, lembre-se que não são apenas os seus amigos e pessoas honestas que utilizam a rede;

– Desconfie das pessoas e dos sites que desrespeitam as leis e promovem a intolerância ou se manifestam em desacordo com a ética;

– Não instale, em seu computador, programas não-autorizados, não-licenciados (“programas piratas”) ou de origem desconhecida;

– Utilize, em seu computador, um programa firewall, um software antivírus e aplique, mensalmente, as atualizações mais recentes fornecidas pelo fabricante do sistema operacional e do software antivírus;

– Não clique em links de internet presentes em mensagens de e-mail nem abra arquivos anexos enviados por pessoas desconhecidas. Em caso de dúvidas, entre em contato com o remetente da mensagem antes de clicar em um link ou abrir um arquivo anexo;

– Seja ético (a), educado (a) e aja de acordo com a lei;

– Seja cidadão (a) e denuncie o que encontrar de errado no meio digital.

http://www.crimespelainternet.com.br/cartilha/#top

Ensino Fundamental I

Últimas Notícias

Turmas do 5º ano aprendem sobre Nutrição

Aluna do 3º ano do Fundamental celebra chegada da Primavera

Calendário da P2 do 3º Bimestre

Eventos

Alunos Online