Homenagem da Oficina ao mestre Carlos Drummond de Andrade



Publicado em 24/08/2017
Carlos Drummond de Andrade morreu há 30 anos e mesmo assim permanece vivo no coração dos apaixonados pela Literatura.
Para relembrar o mês de sua partida, a aluna Maria Eduarda declama um de seus poemas para o Colégio Bonfim!

Inconfesso Desejo

Queria ter coragem
Para falar deste segredo
Queria poder declarar ao mundo
Este amor
Não me falta vontade
Não me falta desejo
Você é minha vontade
Meu maior desejo
Queria poder gritar
Esta loucura saudável
Que é estar em teus braços
Perdido pelos teus beijos
Sentindo-me louco de desejo
Queria recitar versos
Cantar aos quatros ventos
As palavras que brotam
Você é a inspiração
Minha motivação
Queria falar dos sonhos
Dizer os meus secretos desejos
Que é largar tudo
Para viver com você
Este inconfesso desejo


Últimas Notícias


Comunicado Seguro Escolar

1 semana atrás

Fique ligado!




Administrar