Publicado em 04/11/2017

Confira o que os alunos devem levar para a prova do Enem



  • Conferir o local de prova com antecedência

Faltando menos de uma semana para a data da prova, cerca de 30% dos inscritos ainda não haviam acessado o cartão de confirmação – disparados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira ( Inep ) – com os locais da prova.

Saber onde será realizado o exame é importante para que o candidato se programe para não chegar atrasado, e não corra o risco de zerar a prova antes mesmo de fazê-la.

  • Separar os documentos necessários antes do dia da prova

Carteira de Identidade original é fundamental para que o candidato seja autorizado a fazer a o Enem. Segundo o Inep, são considerados documentos de identificação válidos a cédula de identidade, a Carteira de Trabalho e Previdência Social, o Certificado de Reservista, o Passaporte e a Carteira Nacional de Habilitação com fotografia.

Não serão aceitos protocolos, Certidão de Nascimento, Certidão de Casamento, Título Eleitoral, Carteira Nacional de Habilitação em modelo anterior à Lei nº 9.503/97, Carteira de Estudante, crachás e identidade funcional de natureza privada, nem documentos ilegíveis, não identificáveis e/ou danificados, ou ainda, cópia de documentos mesmo que autenticada.

Caso o participante não esteja portando o RG no dia da prova por motivo de perda, extravio, furto ou roubo, deverá apresentar aos fiscais de sala um boletim de ocorrência, com validade de até 90 dias da data de realização das provas, e deverá se submeter à identificação especial, com coleta de dados e assinatura em um formulário próprio.

  • Fazer o percurso com antecedência para conhecer o caminho

A orientação é fundamental, pois no dia da prova é possível que o trânsito esteja maior do que nos dias comuns. Conhecer o local pode ajudar na hora de optar por atalhos, caso seja necessário, e evita imprevistos.

  • Verificar qual o melhor meio de transporte para chegar ao local de provas

Ao reconhecer o trajeto, o participante deve considerar quais são as opções de transporte para chegar ao local e escolher a que seja melhor, levando em conta o tempo de acesso e qual caminho será percorrido, evitando grandes avenidas e áreas próximas a outros locais de prova.

  • Certificar-se dos horários de ônibus e metrô

Os horários dos ônibus e metrôs no domingo costumam ser diferenciados, com maior tempo de intervalo entre um e outro. Por isso, é importante que o participante se assegure de que o meio de transporte que ele escolher para chegar até o local da prova irá passar em um horário que possibilite a sua chegada com antecedência para garantir que ele não tenha problemas com atraso.

  • Não sair nos dias anteriores à aplicação das provas

Não é uma regra, mas o ideal é que o participante reserve os dias de prova e os dias anteriores para não prejudicar seu desempenho. São mais de 4h para resolver as questões que podem exigir bastante esforço mental. Então, a orientação é deixar a balada, o bar, ou qualquer outro compromisso para depois e chegar para fazer o exame relaxado e descansado.

  • Conferir o fuso horário da cidade onde será realizada a prova

Parece uma observação simples, mas muitas pessoas acabam perdendo a prova por conta do atraso. Como o edital segue a hora oficial de Brasília, é importante que quem vive em locais que não seguem esse horário se certifiquem e façam os ajustes necessários para estarem dentro da sala da prova antes dos relógios brasilienses baterem 13h.

  • Não esquecer a caneta preta

Para preencher o gabarito da prova é imprescindível que seja utilizada uma caneta esferográfica de tinta preta – outra cor de tinta impossibilita que o cartão de respostas seja lido pelo sistema. Mas não serve qualquer caneta: o objeto precisa ser fabricado em material transparente.

Deixe em casa o que é proibido. Lápis , lapiseira, borrachas , livros, manuais, anotações, óculos escuro, boné, chapéu, gorro não são permitidos e, se forem levados, serão colocados em um porta-objetos com lacre, que deverá ficar embaixo da cadeira.

  • Desligar o celular assim que chegar ao local da prova

As salas disponíveis para a realização do exame contarão com equipamentos detectores de metal, para identificar celulares, que são proibidos. Quem levar o aparelho deverá deixa-lo no porta-objetos. O uso do celular durante a prova leva à desclassificação do candidato.

Fonte: Último Segundo – iG 


Últimas Notícias


Retrospectiva 2017

3 semanas atrás

Castelinho Bonfim

3 semanas atrás

Jornal do Bonfim de Dezembro

3 semanas atrás

Fique ligado!



Administrar